inova.jor

inova.jor

Podcast: Qual é o impacto da digitalização no setor de RH

Luiz Candreva (c.) e Cai Igel (d.) falam sobre digitalização do RH / Gabriel Rodrigues/inova.jor
Luiz Candreva (c.) e Cai Igel (d.) falam sobre digitalização do RH / Gabriel Rodrigues/inova.jor

A transformação digital tem trazido mudanças profundas ao setor de recursos humanos (RH).

O novo episódio do  inova.jor cast é uma conversa sobre a digitalização do mundo do trabalho.

O podcast traz semanalmente novidades sobre inovação, negócios e tecnologia. Ele está disponível no Spotify, no Deezer, no iTunes e no SoundCloud

Com as recorrentes transformações digitais em várias áreas e segmentos, as pessoas precisam se reinventar. E o RH busca se alinhar às demandas.

“Os humanos estão ficando obsoletos numa velocidade maior. A tecnologia tem um impacto profundo nas organizações”, diz Luiz Candreva, head de inovação da Ayoo.

“No entanto, a transformação é mais uma oportunidade do que um risco”.

De olho no RH

Uma empresa que tem buscado acompanhar as transformações do RH é a Alstra.

Assim, ela conecta profissionais independentes, e especializados, que queiram trabalhar em grandes empresas.

Dessa maneira, em nove meses, a empresa atraiu mais de 8 mil profissionais e tem clientes como Itaú e KPMG.

“Percebi uma dificuldade das empresas em implementar novos produtos e colocá-los no mercado”, ressalta Cai Igel, sócio fundador da Alstra.

Além disso, ao ser questionado sobre as áreas mais procuradas, Igel nem pensa duas vezes. “Tecnologia, tecnologia, tecnologia”, diz ele.

“Mas também há demanda por profissionais especializados em mercado. Finanças, engenharia”.

Por fim, Candreva complementa, explicando como se posicionar neste novo mercado.

“Tem que se preparar para o futuro. Mas não adianta procurar fórmula mágica. É precisa ser alguém que resolva problemas”, finaliza.

Publicações relacionadas

Paulo Alvarenga (e.) e Pedro Côrtes (c.) falam sobre sustentabilidade / inova.jor

Como garantir a sustentabilidade na indústria

ESG (sigla em inglês de sustentabilidade, responsabilidade e governança) é um conceito que ganha cada vez mais evidência no mundo dos negócios. A thyssengrupp tem como meta tornar-se uma empresa neutra em carbono até 2050. No inova.jor cast desta semana, Paulo Alvarenga, CEO da thyssenkrupp na América do Sul, e com[…]

Leia mais »
A IBM apresentou o robozinho NAO como um possível atendente de banco / Vincent Desailly/Divulgação

Como será o banco do futuro

O setor financeiro passa por um momento de transformação. Terminou ontem (23/6) o Ciab, evento de tecnologia da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Conversei com Gustavo Fosse, diretor de Tecnologia e Automação Bancária da Febraban, sobre três das principais tendências apresentadas durante o evento. Computação cognitiva Novos sistemas de computação procuram entender o[…]

Leia mais »