inova.jor

inova.jor

Como aplicar blockchain às telecomunicações

Base das criptomoedas, a tecnologia blockchain também tem um grande potencial de aplicação no setor de telecomunicações.

Janilson Bezerra, líder de inovação e desenvolvimento de negócios da TIM Brasil, destacou algumas possibilidades durante o Futurecom 2019.

A tecnologia pode, por exemplo, ajudar na eficiência da operadora, com gestão de processos e pessoas.

Ou, ainda, atuar no core da indústria com soluções diretamente aplicadas.

“É possível agregar em soluções como desintermediação na relação de roaming”, diz o executivo.

“Além disso, podemos usar blockchain para facilitar a troca de informações entre operadoras, com processo mais efetivo e com custo menor.”

Alcance do blockchain

Enquanto isso, em outras áreas, o setor de telecomunicações pode fazer parte da cadeia de blockchain.

No agronegócio, por exemplo, a operadora provê a conectividade, habilitando o primeiro nível de segurança de controle da informação.

Assim, em seguida, ele é passado para uma camada direta de aplicação.

“É possível aplicar a rastreabilidade para garantir a denominação de origem. Seja para uma carne ou leite”, afirma o executivo.

5G na TIM

A TIM também está trabalhando para fomentar o ecossistema da quinta geração das conexões móveis (5G).

Além disso, Janilson comentou sobre a importância dessa tecnologia.

“O 5G é muito mais do que conectividade móvel. É uma alavanca de uma série de tecnologias”, resume o executivo.

“Vai acelerar a transformação digital, fazendo com que ela aconteça em uma outra escala.”

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Leonardo Framil, da Accenture, conversa com o inova.jor

Accenture: ‘Negócios tradicionais estão em risco’

O que aconteceria se a Amazon ou o Uber resolvesse entrar no seu mercado? Em entrevista ao inova.jor, o presidente para o Brasil e América Latina da Accenture, Leonardo Framil, fala sobre como as empresas podem se preparar para as mudanças trazidas pela transformação digital. Comentários comentários

Leia mais »
Programas tradicionais de fidelidade não funcionam, diz Vargas Neto / Divulgação

Por que a Zen criou um programa de fidelidade com blockchain

A fintech Zen quer trazer mais transparência ao mercado de programas de fidelidade com o CAPZ, que tem como base a tecnologia blockchain. O CAPZ é a primeira solução da categoria a usar a tecnologia. A empresa terá uma tabela pública de preços, disponível no blockchain. Usado em criptomoedas como[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *