inova.jor

inova.jor

Podcast: Como está o mercado de computação em nuvem

Moura (c.) e Oliveira (d.) falam sobre computação em nuvem / Gabriel Rodrigues/inova.jor
Moura (c.) e Oliveira (d.) falam sobre computação em nuvem / Gabriel Rodrigues/inova.jor

Os mercados de nuvem pública e nuvem privada foram tema do episódio mais recente do inova.jor cast.

Conversei sobre o tema com Leonel Oliveira, diretor da Nutanix Brasil, e Raphael Moura, gerente de Infraestrutura de TI da Stefanini.

O podcast é publicado semanalmente no SpotifyDeezeriTunes e SoundCloud

Computação em nuvem

“Existe uma grande adoção da nuvem no mercado brasileiro”, afirma Leonel Oliveira. “Cerca de 85% das empresas já fizeram algum tipo de adoção e movimentaram aplicações para nuvem.”

“Esse tipo de informação é interessante porque, embora tenham feito a ida para a nuvem, muitas delas já está pensando na volta. De 73% a 79% já fizeram o retorno de algumas aplicações. Não de todas, evidentemente, mas elas já perceberam a características das aplicações adequadas em cada uma das nuvens, ora privada, ora pública.”

Raphael Moura destaca a importância de se analisar as características das aplicações.

“A Stefanini hoje tem operação em 41 países no mundo, e temos a oportunidade de sustentar todo tipo de negócio”, diz o executivo.

“Acompanhamos de perto a transformação digital das empresas. E o mais importante de entender na avaliação é se aquela aplicação demanda um comportamento de negócio para ir para uma nuvem pública. Não só de negócio, mas de segurança também.”

Publicações relacionadas

Número de organizações interconectadas deve quase dobrar até 2017 / Divulgação

Interconexão de empresas combina mundos físico e digital

A era da computação começou em meados dos anos 1980 nas empresas, com bases proprietárias de dados e informações manipuladas em fitas ou disquetes. Dez anos depois, as empresas perceberam que precisavam conectar-se para alcançar o desenvolvimento – cresceram as redes de dados e os PCs passaram a ser adotados em[…]

Leia mais »
Ataque ao Ethereum Classic mostra que blockchain não é tão seguro / paul bica

Por que o blockchain não é imune a ataques

O blockchain, tecnologia por trás de criptomoedas como o bitcoin, tem sido apontado como imune a ataques. Mas fatos recentes, discutidos em reportagem da Technology Review, mostram que não é bem assim. No mês passado, criminosos digitais roubaram US$ 1,1 milhão em Ethereum Classic, num ataque conhecido como 51%. Nesse[…]

Leia mais »