inova.jor

inova.jor

Na crise, transformar dados em informação de valor é essencial

Transformar dados em informação é necessário para o sucesso do negócio/ Pixabay
Transformar dados em informação é necessário para o sucesso do negócio/ Pixabay

Estamos, sem dúvida, atravessando um período crítico, de mudanças e o novo coronavírus veio nos trazer algumas lições também do ponto de vista de gestão dos nossos negócios, das nossas informações e de como tomamos decisões.

Meu olhar usualmente é, por vocação, mais focado na gestão do relacionamento com o cliente.

Porém, se pararmos para pensar, transformar dados em informação de valor é algo que pode fazer diferença nas mais diversas áreas e tipos de negócios, com ou sem pandemia.

A primeira transformação pela qual estamos sendo demandamos é na forma como trabalhamos, propriamente dita.

O home office veio na “marra” impor o seu valor.

Com isso, vamos aprender que devemos focar mais nas entregas, do que no tempo que nossos colaboradores e fornecedores passam em frente ao computador.

A tecnologia está aí para apoiar nesse sentido e temos visto bem isso na prática.

Mas, para que essa forma de trabalho funcione precisamos conhecer nosso negócio.

Dispor de informações que nos ajudem a realizar uma gestão próxima, mesmo que à distância.

Interpretação de dados

Marcelo Openheimer, da Meeta Solutions / Divulgação

Não é de hoje que falamos que os dados são a mola propulsora para atingirmos resultados e um dos pilares da transformação digital.

Seja qual for o segmento de mercado que a empresa atue, não dá para realizar o processo de tomada de decisão sem informação e, principalmente, sem ser preditivo. 

Um dos erros mais comuns que se comete em projetos de data analytics é remeter-se ao passado.

Não basta ter uma foto da operação e reafirmar o que sabemos que já aconteceu.

Visão de futuro é o que importa, é preciso antever cenários (uma semana, três meses ou até no próximo ano).

É por isso que o Data Science pode ser um forte apoiador e fazer a diferença em tempos de crise. 

Outro ponto de atenção é pensar na integração desses dados e em como acabar com os nichos de controle.

No que tange especificamente à área de relacionamento com o cliente, quando se trabalha o conceito de customer centric é preciso enxergar de forma holística, ter uma visão de 360 graus. 

Mas, se transferirmos isso mais uma vez isso para uma visão geral do negócio, essa importância é ainda maior. 

Descentralização da informação

A descentralização da informação é um erro bem comum quando falamos de um projeto de data analytics.

Se não bastasse a diversidade de bases de dados, é muito comum elas estarem espalhadas em diferentes locais e não conversarem entre si.

Essas informações provenientes de diferentes origens, quando são cruzadas, iluminam processos de decisão com insights novos, que até mesmo quem domina o negócio, desconhece.

E é isso que faz a grande diferença nesse momento: transformar dados em informação de valor e agregar inteligência seja qual for a operação.

Em suma, essa é a hora de provar o poder que a informação tem para o sucesso do nosso negócio.

É hora de sermos mais preditivos, mais analíticos e, mais do que nunca, termos uma visão integrada e ampla de tudo o que acontece à nossa volta.

Seja qual for o ramo de atividades, ao final, o objetivo é o mesmo: conquistar, reter e fidelizar o cliente.

Dias melhores virão e se estivermos preparados para isso; se tivermos feito a lição de casa e tivermos trabalhado para transformar dados em informação de valor, os resultados serão surpreendentes.

Publicações relacionadas

Software mindset muda relação de empresas e consumidores

O que empresas como Microsoft, Google, Apple e Facebook têm em comum? São organizações trilionárias, inovadoras em todos os seus serviços e têm uma busca incessante em oferecer uma experiência única de relacionamento com seus usuários. Além disso, possuem uma mentalidade chamada de software mindset. Significa ter um olhar atento[…]

Leia mais »
O consumidor brasileiro é ávido por experiências novas e inovações tecnológicas / Renato Cruz/inova.jor

‘Acreditamos que o Brasil está além da crise’

O Brasil sempre nos despertou para novas perspectivas de investimento e negócios. Afinal de contas, hoje são mais de 70 milhões de pessoas que utilizam smartphones, 17 milhões em busca de alguma forma de crédito e, além disso, os brasileiros estão em primeiro lugar na liderança dos relacionamentos via redes[…]

Leia mais »