inova.jor

inova.jor

Como fica o trabalho remoto pós-pandemia

Carlos Alves (e.) e Mariana Hatsumura falam sobre trabalho remoto / inova.jor
Carlos Alves (e.) e Mariana Hatsumura falam sobre trabalho remoto / inova.jor

Empresas e trabalhadores tiveram de se adaptar rapidamente ao trabalho remoto por conta da pandemia do novo coronovírus.

Com o relaxamento do distanciamento social, o que se aproveita dessa experiência?

Mariana Hatsumura, diretora de ambiente de trabalho moderno da Microsoft Brasil, e Carlos Alves, diretor de tecnologia e inovação da Riachuelo, conversaram sobre o tema com o jornalista Renato Cruz no inova.jor cast.

O podcast é publicado semanalmente no Spotify, Deezer, iTunes e SoundCloud.

Mudança de comportamento

“Nunca o cenário de trabalho remoto foi tão forte. E isso tem se refletido nos números que a temos visto, nas tendências de tecnologia. Quando comparamos com o momento que estávamos pré-pandemia e o momento que estamos vivendo agora, realmente temos visto os números se multiplicarem de forma exponencial”, afirma Mariana Hatsumura.

“As empresas e as pessoas aprenderam a trabalhar de forma descentralizada e distribuída. Questiona-se, cada vez mais, como o cliente vai, no seu comportamento, forçar com que o varejo se reinvente”, destaca Carlos Alves.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Análise de linguagem: Mergulhar no big data da semântica pode ajudar empresas / Renato Cruz/inova.jor

Como está o mercado de internet das coisas no Brasil

Nos últimos dois meses, o mercado de internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) no Brasil ganhou dois grandes reforços. Primeiro a Xiaomi, em maio, que lançou produtos que variam entre aspiradores e patinetes. Depois a Positivo, em julho, que apresentou kits para a casa com lâmpadas, tomadas e[…]

Leia mais »
A Gazeta do Povo vai deixar de publicar o jornal impresso diário em 1º de junho / Daniel Castellano/Divulgação

Por que a Gazeta do Povo decidiu trocar o papel pelo digital

Imagine uma publicação feita digitalmente. As pessoas usam computadores e câmeras digitais para produzir fotos e textos e software para diagramá-la. Depois de pronta, ela roda numa gráfica para ser distribuída de caminhão. Faz sentido? Se fosse para inventar um produto assim hoje, nenhum. Mas, por questões históricas, às vezes ainda faz. A Gazeta do[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *