inova.jor

inova.jor

Como o 5G vai mudar a vida de consumidores e empresas

Mangone (e.) e Teixeira (c.) falam sobre 5G / inova.jor
Mangone (e.) e Teixeira (c.) falam sobre 5G / inova.jor

A quinta geração das comunicações móveis (5G) começou a chegar ao Brasil. Com os leilões de frequências previstos para o ano que vem, a tecnologia deve atingir todo o seu potencial.

Fiore Mangone, diretor de desenvolvimento de negócios da Qualcomm, e Paulo César Teixeira, CEO da Claro, conversam sobre como o 5G vai mudar a vida de consumidores e empresas no inova.jor cast.

Este é o primeiro de uma série de três episódios que tratam do 5G, com apoio da Qualcomm.

O podcast é publicado semanalmente no Spotify,  DeezeriTunes e SoundCloud.

Revolução 5G

Para Paulo César Teixeira, o 5G pode ser considerado uma revolução tecnológica.

“A tecnologia tem um alto potencial, de velocidades muito grandes, de latências de tempo muito curto, de concentração de tráfego muito interessante, além de trazer a possibilidade de ter redes fatiadas, digamos assim, em que é possível dar qualidade de serviço diferenciada dependendo da aplicação”, explica o executivo.

Fiore Mangone, da Qualcomm, destaca os benefícios da tecnologia para a Indústria 4.0.

“A chegada do 5G, de baixa latência, de baixo tempo de transmissão das informações de um ponto a outro, vai permitir a aplicação a novos serviços em ambiente industrial. Por exemplo, o controle de robôs de forma remota por meio de redes de 5G de altíssima velocidade de transmissão de dados e baixíssima latência”, afirma.

Para saber mais, ouça o podcast.

Publicações relacionadas

Gustavo Assunção, da Samsung, quer colocar demonstrações de automação residencial no varejo / Renato Cruz/inova.jor

Internet das coisas começa a chegar às residências

Há 10 anos, fazer automação residencial era muito caro e tecnicamente difícil. Os preços vêm caindo nos últimos anos, mas a complexidade de instalação costuma ser alta. Fabricantes de eletroeletrônicos buscam resolver esse problema. Um exemplo disso é a QDrive, lava e seca inteligente anunciada ontem (26/7) pela Samsung. A[…]

Leia mais »

Como a internet das coisas vai mudar sua empresa

A internet das coisas (IoT, da sigla em inglês) deve revolucionar as organizações brasileiras num prazo de três a cinco a anos. A expectativa é do próprio empresariado brasileiro, que planeja aumentar investimentos na tecnologia. Os dados fazem parte de um estudo realizado pela IBM, baseado em entrevistas com executivos de empresas de todo[…]

Leia mais »