inova.jor

inova.jor

Como está a segurança do sistema de pagamentos Pix

O Pix, sistema de pagamentos criado pelo Banco Central, vai começar a operar em 16 de novembro.

Marco Zanini, CEO da Dinamo Networks, e Emílio Carvalho, gerente da área bancária e responsável pela implementação do Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) no Banco de Brasília (BRB), conversam sobre a segurança do PIX com o jornalista Renato Cruz.

O vídeo faz parte da série Quem Inova, disponível no canal do inova.jor do YouTube.

Futuro do Pix

A segurança do Pix é uma preocupação que vem desde o início do projeto.

“Trabalhamos para proteger o sistema das ameaças conhecidas. Acho que teremos muitos desafios de segurança no início”, explicou Marco Zanini, da Dinamo Networks.

Como o tempo, devem surgir novas aplicações para o Pix, como o pagamento de transporte público.

“Temos essa ideia de trabalhar por pilares. Então, temos o pilar de pessoa física, o pilar de pessoa jurídica e o pilar do governo” conto Emílio Carvalho, do BRB.

Para saber mais, assista ao vídeo da entrevista, e assine o canal do inova.jor no YouTube.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Rodrigo Abreu, da Quod, e Elias Sfeir, da ANBC, falaram sobre cadastro positivo / inova.jor

Start Eldorado: Qual deve ser o impacto do cadastro positivo

A aprovação do projeto de Lei do Cadastro Positivo pode reduzir os juros ao consumidor e aumentar a atividade econômica. Na quarta-feira (26/9), Rodrigo Abreu, presidente da Quod, e Elias Sfeir, presidente da Associação Nacional de Birôs de Crédito (ANBC), conversaram sobre o tema durante o programa Start Eldorado. Você[…]

Leia mais »
As soluções de computação em nuvem cresceram rapidamente na América Latina / Damien Pollet/Creative Commons

Computação em nuvem acelera processo de transformação digital no Brasil

O aspecto cultural ajudou o Brasil a acelerar a adoção de meios digitais, também conhecida como transformação digital. Matthew Gharegozlou, vice-presidente de vendas nas Américas para a Progress, acredita que o País está em pé de igualdade com os grandes polos internacionais. Isso porque a necessidade de aumentar produtividade e[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *