inova.jor

inova.jor

Pure Storage e Nvidia apostam em inteligência artificial

Pure Storage: Godoy (e.) e Saraiva (c.) falam sobre inteligência artificial / inova.jor;
Godoy (e.) e Saraiva (c.) falam sobre inteligência artificial / inova.jor

A inteligência artificial tem aplicações que vão do combate a fraudes financeiras a análises genéticas para apoiar o combate à covid-19.

Paulo de Godoy, country manager da Pure Storage, e Marcel Saraiva, gerente de Contas Corporativas da Nvidia, conversam sobre a parceria das empresas nessa área com o jornalista Renato Cruz, no inova.jor cast.

O podcast é publicado semanalmente no Spotify, Deezer,  iTunes e SoundCloud.

Aplicações da inteligência artificial

A inteligência artificial pode ser empregada no combate a fraudes em diversos segmentos de mercado.

“O mercado financeiro, setor público e Justiça têm muito a questão de análise de fraude. Conseguir detectar comportamentos e reagir a eles é uma aplicação meio horizontal”, explicou Godoy, da Pure Storage.

Marcel Saraiva, da Nvidia, exemplificou com um caso internacional.

“Temos um caso bacana com o PayPal, que faz toda parte de detecção de fraude usando nossa tecnologia. Nesse caso, além da capacidade de processamento, era determinante a latência. Ou seja, o tempo de resposta para validar uma transação financeira”, disse.

Para saber mais, ouça o podcast.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O que esperar das redes empresariais do futuro

Na era digital em que vivemos, os dados se tornaram a nova moeda. Tanto que o fluxo de dados seguro e sem obstáculos é essencial para a sobrevivência de qualquer empresa. Nesse cenário, várias companhias perceberam que atender completamente os requisitos de segurança, conformidade e capacidade de rede é a[…]

Leia mais »
Baixos custos e pouco tempo de curso atraem estudantes para startups de e-learning / Chris Devers / Creative Commons

Startups de educação à distância crescem na crise

O mercado de educação à distância está em ascensão. Com custos mais baixos e aulas interativas, o modelo tem atraído pessoas que querem se especializar, mas que contam com pouco tempo e dinheiro. As startups voltadas para educação são vistas como promissoras. Surgida em 2011, a Descola quer preencher lacunas pouco exploradas pelas[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *