inova.jor

inova.jor

Cresce demanda por geradores de ozônio na pandemia

A pandemia aumentou a demanda por geradores de ozônio para descontaminação de objetos e ambientes.

Bruno Mena Cadorin, CEO da Wier, e Érico Marchi, fundador da Al Fero, conversaram sobre o tema no vídeo da série Quem Inova.

Eficácia da tecnologia de ozônio

Localizada em Florianópolis, a Wier produz soluções de ozônio e plasma frio para os mercados residencial e empresarial.

“Para o setor doméstico, fornecemos equipamentos que fazem a descontaminação de alimentos, combatendo microorganismos como bactérias, vírus e fungos. Também podem ser aplicados no tratamento de água de piscina bem como na desodorização de ambientes”, disse Cadorin.

Inaugurada em 2017, a microcervejaria Al Fero, de Nova Trento (SC), é um cliente corporativo da Wier.

“Desde o princípio usamos a tecnologia do ozônio. Começamos na lavação de garrafas, pré-envase. Quando vimos que funcionava, adotamos a tecnologia no tratamento de efluentes”, explicou Marchi.

Para saber mais, assista ao vídeo da entrevista, e assine o canal do inova.jor no YouTube.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Retrospectiva: Muschellack (e.) fala sobre indústria 4.0 / Gabriel Rodrigues

Por que é importante para o Brasil aderir à indústria 4.0

Aderir à quarta revolução industrial é essencial para que o Brasil garanta competitividade no mercado internacional. Conversei com Erich Muschellack, superintendente geral da Fundação Certi, sobre indústria 4.0, quinta geração das comunicações móveis (5G) e empreendedorismo. Investimento “Tirando-se algumas empresas que realmente despontam nessa área, em geral, as indústrias brasileiras[…]

Leia mais »
Elisabeth Reynolds, do MIT, afirma que política industrial brasileira atrapalha política de inovação / Renato Cruz/inova.jor

Quais são os principais obstáculos à inovação no Brasil

Apesar das políticas de incentivo à inovação, o Brasil não vai muito bem nessa área. Um estudo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), patrocinado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), apontou obstáculos às atividades inovadoras no país, e fez seis recomendações: garantir que as[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *