inova.jor

inova.jor

Plataformas no-code permitem criar startup sem programador

Souza (e.) e Nazareth (c.) falam sobre no-code no inova.jor cast / Divulgação
Souza (e.) e Nazareth (c.) falam sobre no-code no inova.jor cast / Divulgação

No-code é um sistema que permite criar aplicativos e outros tipos de software sem conhecimento de programação.

Alysson Nazareth, CEO da Nick Builder, e Gustavo Souza, CEO da Holos, conversaram sobre o tema com o jornalista Renato Cruz no inova.jor cast.

O podcast é publicado semanalmente no Spotify, Deezer,  iTunes e SoundCloud.

Sem programação

As plataformas no-code permitem que empresas utilizar componentes de software já desenvolvido para criar seus produtos e serviços.

“No-code é um termo bem recente. Costumo falar que é uma cultura de nosso ambiente tecnológico que permite criar soluções, como aplicativos móveis, sem precisar escrever uma linha de código”, explicou Alysson Nazareth, da Nick Builder.

A Holos oferece terapias holísticas para o mercado corporativo, com o objetivo de garantir a saúde mental dos funcionários.

“Neste momento, optamos, ao invés de buscar no mercado essa mão-de-obra que está difícil, de desenvolvedor sênior, pleno ou júnior, optamos por terceirizar a construção de nossa nova plataforma tendo a Nick como parceiro”, comentou Gustavo Souza, da Holos.

Para saber mais, ouça o podcast.

Publicações relacionadas

O Crowd Rio é o primeiro crowdworking da Telefónica Open Future no Rio de Janeiro / Divulgação

Telefônica busca startups com soluções digitais em Curitiba

A Telefónica Open Future, programa de inovação aberta e empreendedorismo do Grupo Telefônica, abriu inscrições para projetos que integrarão o Crowd Hotmilk PUCPR, em Curitiba. Ao todo, 10 startups serão selecionadas para um período de pré-aceleração de oito meses. O programa oferece suporte técnico e mentores para orientar o desenvolvimento dos[…]

Leia mais »
O jornalista Renato Cruz entrevista Luis Minoru, vice-presidente da TIM Brasil, e Caroline Vilhena, cofundadora da Deargrand, durante o evento Feira de Investimentos AWC

AWC: Por que a TIM Brasil investe em inovação aberta

O jornalista Renato Cruz entrevista Luis Minoru, vice-presidente da TIM Brasil, e Caroline Vilhena, cofundadora da Deargrand, durante o evento Feira de Investimentos 2017, do programa Academic Working Capital (AWC), do Instituto TIM. Assine nosso canal no YouTube.

Leia mais »