inova.jor

inova.jor

Philip Morris aposta em inovação aberta

Barateiro (e.) e Shibata (c.) falam sobre inovação aberta no inova.jor cast
Barateiro (e.) e Shibata (c.) falam sobre inovação aberta no inova.jor cast

A Philip Morris Brasil aposta em inovação aberta. Entre as iniciativas, está uma parceria com o Onovolab, de São Carlos (SP).

Miguel Barateiro, head de Tecnologia da Informação da Philip Morris Brasil, e Yukio Shibata, especialista em Inovação Corporativa do Onovolab, conversaram sobre o tema com o jornalista Renato Cruz no inova.jor cast.

O podcast é publicado no Spotify, DeezerApple Podcasts e SoundCloud.

Inovação Aberta

A parceria entre a Philip Morris e a Onovolab começou com um datathon, maratona de desenvolvimento voltada à análise de dados.

“Estávamos com um desafio muito grande na companhia. Durante vários meses não estávamos conseguindo resolver o problema, que era fazer um algoritmo de previsão de compra. Buscamos ajuda da Onovolab, que nos facilitou o datathon. Lançamos o desafio para vários cientistas de dados e fico muito satisfeito em partilhar que esse algoritmo deu um resultado 100% superior ao que tínhamos conseguido no passado”, disse Miguel Barateiro.

São Carlos é um polo importante de inovação em São Paulo.

“O datathon foi organizado a partir de grupos estudantis da USP, com a participação do Onovolab, para atrair empresas que tinham desafios de dados. A Philip Morris foi uma dessas empresas. Conseguimos trazer professores como mentores, empresas especialistas, startups da região, com desafios de grandes indústrias”, explicou Yukio Shibata, da Onovolab.

Para saber mais, ouça o podcast.

Publicações relacionadas

A aceleradora Wayra, associada a Abraii, passa a integrar o grupo da Anprotec / Divulgação

Fusão entre Anprotec e Abraii aproxima incubadoras e aceleradoras

A fusão entre a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e a Associação Brasileira de Empresas Aceleradoras de Inovação e Investimentos (Abraii) deve fortalecer o ambiente de empreendedorismo no País. Isso porque, juntas, as associações criam uma rede completa formada por startups, aceleradoras, incubadoras, parques tecnológicos e investidores interessados.[…]

Leia mais »
A WeWork planeja ter seis unidades no Brasil até o final deste ano / Renato Cruz/inova.jor

O que fazer para sua empresa online dar certo

Lancei no dia 13 de setembro o livro Internet Heroes Brasil: As empresas nacionais que constroem um novo mercado trilionário, com apoio da Associação Brasileira O2O (ABO2O). A ideia do texto, publicado pela Editora Geração Editorial/Jardim dos Livros foi mapear, 11 empresas O2O – companhias que trabalham do online para[…]

Leia mais »